Autismo

Consulta com Psicólogo e Psiquiatra

Os Transtornos do Espectro Autista (TEA) fazem parte do conjunto de transtornos que tipicamente se manifestam na infância. Entretanto, assim como alguns outros transtornos desse mesmo grupo, pode passar despercebido, sendo diagnosticado apenas na fase adulta, especialmente quando os sintomas são leves.

A característica mais marcante dos Transtornos do Espectro Autista (TEA) é a deficiência no desenvolvimento das habilidades sociais ao longo da infância, que pode ser desde discreta até muito grave. Essa deficiência deve ser acompanhada de outras alterações comportamentais como comportamentos repetitivos e estereotipados, restrição dos interesses e insistência sempre nas mesmas atividades.
SINAIS E SINTOMAS
Os sintomas do Espectro Autista são característicos e primariamente relacionados à dificuldade comunicativa. Eles incluem:
Dificuldade em comunicar-se e interagir socialmente
Como falta de contato visual, distúrbios na fala, impulsividade, falta de atenção;
Comportamento restrito e repetitivo
Como imitação involuntária de movimentos e palavras de outras pessoas, movimentos corporais repetitivos e resistência a mudanças na rotina;
Sintomas psicológicos
Como depressão ou ignorar as emoções alheias, podendo cursar com choro, hiperatividade, ansiedade e agressividade
Dificuldade de aprendizagem
Em algum dos casos.
TIPOS
O Espectro Autista é composto por vários distúrbios específicos, podendo ser divido em:
Transtorno Autista ou Autismo Clássico
A condição clássica do autismo que cursa com os sintomas comportamentais, cognitivos e comunicativos;
Síndrome de Asperger
A condição caracterizada por um espectro autista sem comprometimento intelectual, de modo que os pacientes apresentam desenvolvimento cognitivo e linguístico típico, mas distúrbios comunicativos e comportamentais;
Transtornos invasivos do desenvolvimento
Condição de início mais tardio em que o paciente apresenta sintomas comuns ao Espectro Autista mas sem preencher todos os critérios diagnósticos do autismo típico.
TRATAMENTOS
O tratamento do autismo é complexo e tem como principais objetivos:
Estimular o desenvolvimento social e comunicativo;
Aprimorar o aprendizado e a capacidade de solucionar problemas;
Diminuir comportamentos que interferem com o aprendizado e com o acesso às oportunidades de experiências do cotidiano;
Ajudar as famílias a lidarem com o autismo.

Não existe um único tratamento que seja o melhor para todos os casos. Para a obtenção de melhores resultados, recomenda-se que o tratamento seja personalizado ao paciente e interdisciplinar.

O tratamento psicológico mais eficaz é a terapia comportamental, cuja modalidade mais popular é a ABA (Applied Behavior Analysis, ou, em português, análise do comportamento aplicada).

Autismo

Deixe uma resposta

Rolar para o topo