Transtorno Bipolar do Humor

Nossa equipe é formada apenas pelos melhores psicólogos e psiquiatras do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da USP, selecionados pelo Dr. Renato Mancini.

O QUE É?

O transtorno bipolar é um transtorno do humor, ou seja ele se manisfesta através de episódios de alteração sustentada das emoções e de outras funções cerebrais que duram vários dias, semanas e até meses!

O transtorno bipolar pode causar mudanças importantes em como o indivíduo se sente e se comporta. Tanto as emoções, como a disposição física, o apetite, o sono, o desejo sexual o conteúdo e a velocidade dos pensamentos, entre muitos outros fatores podem ser afetados por esse transtorno.

Seu inicio é mais comum no final da adolescência ou no começo da vida adulta. Estima-se que cerca de 4% da população tenha alguma das apresentações do transtorno.

Esse transtorno tem um importante componente genético. Dois terços dos portadores têm algum parente próximo com transtorno bipolar ou depressão maior.

QUANDO SUSPEITAR?

Os episódios mais comuns do transtorno bipolar são os episódios depressivos. Na maioria das vezes esses episódios não se diferem de uma depressão “comum”e podem apresentar*:

  • Tristeza durante a maior parte do tempo;
  • Perda ou importante redução do interesse e/ou prazer em quase todas as atividades;
  • Agitação ou lentificação;
  • Fadiga ou perda de energia;
  • Descontrole da Libido e dos gastos;
  • Alteração do apetite (com perda ou ganho de peso);
  • Alteração do sono (sonolência excessiva ou insônia)
  • Sentimentos de culpa e/ou importante redução da auto-estima;
  • Redução da concentração e da capacidade de tomar decisões

* Nem todos os sintomas precisam estar presentes para o diagnóstico !!

TRATAMENTO

O transtorno bipolar é perfeitamente tratável, possibilitando aos pacientes viver uma vida normal! Para isso é essencial o acompanhento periódico com o médico psiquiatra e o uso de medicações, chamadas estabilizadores do humor.

Em muitos casos há benefícios da complementação do tratamento com psicoterapia. As psicoterapias cognitivo-comportamentais são as que apresentam maiores evidências científicas de benefícios no tratamento do transtorno afetivo bipolar.

Quando não tratado, o transtorno pode ser muito perigoso e incapacitante. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o transtorno bipolar é a sexta principal causa de incapacidade no mundo. Portadores de transtorno bipolar têm maior risco de desenvolver dependência de álcool e drogas, assim como transtornos de ansiedade e outros transtornos mentais. A cance de suicídio é 15 vezes maior do que a da população geral.

Transtorno Bipolar do Humor

Deixe uma resposta

Rolar para o topo